Peaky Blinders em 10 minutos pela NetFlix

Curiosidades

Por que Peaky Blinders chega sempre com atraso ao Brasil?

A cada temporada nova, os fãs de Peaky Blinders precisam esperar por um tempo para série chegar ao Brasil após o lançamento oficial. Às vezes, a demora dura meses. Com isso, muitos decidem procurar meio ilegais de assistir à série, ao invés de aguardar a estreia na Netflix. Mas por que isso ocorre?

Para entender por que o Brasil geralmente recebe séries e filmes com certo atraso em relação a outros países, primeiro é necessário traçar uma diferenciação entre produção e distribuição.

O que é produção?

Produção nada mais é do que quem faz o filme ou a série, desde o investimento inicial, escolha de elenco, diretor e por aí vai. Claro que há uma variação de uma obra para a outra. Há filmes, por exemplo, em que o projeto parte de um diretor ou de um ator, que se torna também produtor do filme e vai atrás de investimento para tirar o projeto do papel.

Essa parte do processo pode ser feita por produtoras, estúdios ou até mesmo por produtores independentes. E ela nada tem a ver com a forma como um filme chega ao público. É aí que chegamos à distribuição.

Distribuição no Brasil e no Mundo

A distribuição de filmes e séries já é um processo muito mais complexo e por causa dele que a grande maioria das obras não chegam simultaneamente em todo o mundo, exceção feita à produções gigantescas como os filmes da Marvel e Game of Thrones. Mas mesmo essas podem ser lançadas depois em alguns países, como ocorre na China, que tem um processo de distribuição bem próprio, só com distribuidoras locais dominando o mercado.

Então, a distribuição vai variar de filme para filme, de série para série e de país para país. Também vai depender muito da relação entre quem produz e quem distribui a obra. Por exemplo, a Marvel, que pertence à Disney, produz e distribui os filmes do MCU, o mesmo com a Pixar (Pixar/Disney), Star Wars (Lucas Film/Disney), filmes da DC (DC/Warner) e boa parte das séries da HBO.

Em grandes produções, é comum um estúdio produzir a obra e distribuí-la para todo o mundo. Com o controle total, ele é capaz lançá-la em uma data mundial, com variação pequena de no máximo uma semana de um país para o outro. Por exemplo, Game of Thrones estreava para todo o mundo aos domingos no mesmo horário.

Porém, isso não ocorre com a esmagadora maioria dos filmes e séries. Geralmente, esses são produzidos por uma ou mais produtoras e distribuídos por estúdios, canais de TV ou distribuidoras. É comum um filme ser feito e não ter distribuição garantida nos cinemas, precisando se apresentar em festivais em busca de compradores, para aí sim conseguir uma estreia. Também é bem recorrente estúdios ou canais de TV fazerem parceria com produtoras, dando parte do dinheiro da produção e garantindo a distribuição, como ocorre com a maior parte das séries da Netflix, que não são produzidas por ela.

Outra prática comum e que diz muito respeito ao Brasil são os filmes e séries distribuídos regionalmente, na maioria das vezes, porque a produtora ou distribuidora original não faz distribuição de filmes na maior parte dos países. Um exemplo recente é o caso da Universal, que saiu do Brasil. Assim, quem trará os filmes do estúdio para os cinemas brasileiros é a Warner Brasil. Muitas vezes isso faz com que obras estreiem em apenas alguns países, àqueles que tiverem distribuidoras interessadas em comprar o direito de exibição. Um caso recente que confundiu muita gente foi o filme Eu Me Importo, lançado no Brasil e outros países pela Netflix, mas que chegou na Europa pela concorrente Amazon Prime Video. Isso porque o filme foi vendido apenas para distribuição regional.

Caso Peaky Blinders

Eis que chegamos em Peaky Blinders. A série é uma produção da BBC, emissora britânica que distribui a série regionalmente. Porém, como a BBC não distribui suas produções no Brasil e no restante do mundo, ela vende os direitos para outras emissoras. E quando isso ocorre, a BBC se mantém como prioridade de exibição. Ou seja, a obra é exibida primeiro no Reino Unido e depois no restante do mundo.

Aconteceu isso recentemente com His Dark Materials, série da BBC que chegou pela HBO no Brasil com atraso de 8 dias para cada episódio em relação ao lançamento original. E o mesmo ocorre com Peaky Blinders, que, apesar de receber o selo Netflix, não é uma produção do streaming. A Netflix apenas compra os direitos de exibição da série em alguns países, mas para isso precisa esperar o lançamento original dos episódios para depois colocá-la no seu catálogo.

Leia Também os resumos de todas as cinco temporadas:

Resumo Da 1ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 2ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 3ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 4ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 5ª Temporada De Peaky Blinders

Deixe um comentário