Cillian Murphy, o Thomas Shelby de Peaky Blinders, completa 45 anos

Cillian Murphy, o Thomas Shelby de Peaky Blinders, completa 45 anos

Nesta terça-feira, 25 de maio, Cillian Murphy, o Thomas Shelby de Peaky Blinders, completou 45 anos de idade no auge de sua carreira. Então, como já falei recentemente sobre sua carreira, neste texto, farei uma análise de Murphy como ator.

Apesar de ter conquistado poucos prêmios em sua carreira, Murphy é indiscutivelmente um dos grandes atores de sua geração. Longe de ter o padrão de beleza dos galãs hollywoodianos, o ator construiu sua carreira com personagens que fogem um pouco das características dos protagonistas em filmes de grande orçamento.

Ao invés de ser o charmoso, divertido e agradável, os personagens de Murphy sempre tiveram um ar de estranheza e complexidade. Desde seu primeiro grande sucesso de bilheteria, “Extermínio” (2002), o ator ficou marcado por personagens que fogem um pouco das plenas condições mentais.

Neste filme de zumbi, ele acorda de um coma em meio a um apocalipse de mortos vivos. Deslocado da realidade, o personagem não só tem que entender sua situação como também se transformar em um assassino à sangue frio para sobreviver e salvar seus amigos. Em um filme que discute acima de tudo a natureza humana, Murphy caiu como uma luva no papel de protagonista.

Conheça Cillian Murphy, o Thomas Shelby de Peaky Blinders

E tal estigma, que foge ao considerado “natural” ou “são”, marcou o restante da carreira do ator, ainda que com personagens bem diferentes entre si. Primeiro com o maníaco, inteligente e cruel espantalho na trilogia do “Batman” de Christopher Nolan, depois como jovem milionário e enigmático em “A Origem”, aos traumatizados pela Guerra em “Dunkirk” e Peaky Blinders, isso apenas para citar seus maiores papéis.

Porém, é justamente na série que dá nome a esse site que Murphy encontrou sua atuação mais brilhante. Mais do que apenas o protagonista, o ator é a alma da série. Atormentado pelo seu passado, Cillian acha o equilíbrio perfeito entre olhar para trás e para frente, ser traumatizado e seguir em frente. Com olhar penetrante, sem escrúpulos e extremamente astuto, o seu Thomas Shelby é perigoso, imprevisível e, mais uma vez, quebra um padrão.

Geralmente, em personagens líderes de gangue vemos símbolos de masculinidade, personagens que geralmente inferiorizam mulheres e constantemente precisam mostrar quão másculos são, algo que reflete a própria origem italiana da máfia e que vimos em grandes obras como “Poderoso Chefão”, “Scarface”, entre outras. Porém, Shelby não só se apaixona e valoriza a presença de sua esposa, tia e irmã, como rompe em grande parte o clichê da masculinidade. Isso porque, apesar das brigas, tiros e sangue, o grande poder de Thomas está mais na inteligência do que na fisicalidade.

Mês que vem, Cillian Murphy terá mais uma grande estreia como coadjuvante de “Um Lugar Silencioso 2”. E você, qual é sua atuação favorita dele?

Leia Também os resumos de todas as cinco temporadas:

Resumo Da 1ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 2ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 3ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 4ª Temporada De Peaky Blinders

Resumo Da 5ª Temporada De Peaky Blinders

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *